Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Koxi (queixada) em aldeia Mbyá- Guarani

Aldeia Anhatenguá
Aldeia Anhatenguá - Foto: Thais Michel

O projeto Criação tradicional indígena Guarani-Mbyá de indivíduos de Tayassu pecari (queixada) é uma iniciativa intercultural proposta pela Comunidade Mbyá-Guarani da aldeia Anhetenguá/Porto Alegre, sob apoio operacional da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (SEMA/RS), com envolvimento do Conselho Estadual dos Povos Indígenas (CEPI), Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR/RS), Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER/RS) e Coordenadoria de Povos Indígenas e Direitos Específicos da Prefeitura de Porto Alegre. São apoiadores do projeto, ainda, o Centro de Estudos Budistas Bodisatva (CEBB- Caminho do Meio), o Centro de Trabalho Indigenista (CTI) e o Instituto de Estudos Culturais e Ambientais (IECAM).  O projeto objetiva viabilizar a criação, de forma tradicional, de dois indivíduos de queixada (koxi) -  animal sagrado para os Mbyá - oriundos do Parque Zoológico da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, de forma a aproximar a comunidade Guarani às atividades culturais outrora vivenciadas, bem como resgatar o contato com animais por eles considerados espiritualmente importantes. A iniciativa objetiva, ainda, promover intercâmbio e aprendizado intercultural e intercientífico no que tange à fauna silvestre nativa e fortalecer aspectos culturais e espirituais associados ao modo de ser Mbyá-Guarani (mbya rekó).

Sema - Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura