Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Viana participa da assinatura de início das obras de Estação de Bombeamento de Esgotos em Santa Maria

Publicação:

Investimento, na ordem de R$ 400 mil, vai beneficiar a Associação dos Professores Universitários de Santa Maria.
Investimento, na ordem de R$ 400 mil, vai beneficiar a Associação dos Professores Universitários de Santa Maria. - Foto: João Paulo/Corsan

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) iniciou em Santa Maria, nesta sexta-feira (15/10), a construção de uma estação de bombeamento de esgotos. O investimento, na ordem de R$ 400 mil, vai beneficiar a Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM), incluindo cerca de 30 residências das proximidades.

A ordem de início dos trabalhos foi assinada em ato realizado no Salão Cultural da APUSM e contou com a presença do secretário estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura, Luiz Henrique Viana, do prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobon, do superintendente da região Central da Corsan, José Epstein, e da gestora da Unidade de Saneamento Especial da Companhia, Andréia de Moraes Zanini.

Viana relembrou que a Estação de Bombeamento de Esgotos (EBE) será denominada Agostinho Sangoi, antigo morador e comerciante do bairro, tendo se destacado em ações junto à comunidade católica. O secretário destacou ainda que a assinatura do início das obras se deu no Dia do Professor, ressaltando a presença de inúmeros mestres universitários no evento.

Em sua manifestação, o prefeito Pozzobon salientou as parcerias entre a prefeitura e a Corsan, entre elas o projeto para levar água e tratamento de esgoto para a Escola de Sargento das Armas, academia militar que a comunidade se empenha para atrair para o município. O prefeito ressaltou os investimentos na ordem de R$ 130 milhões em andamento na ampliação de redes coletoras e da Estação de Tratamento de Esgotos Lorenzi, que vão dar para a cidade uma das melhores infraestruturas em esgotamento sanitário no País.

Para o superintendente José Epstein, os investimentos que a Corsan está realizando no esgotamento sanitário da cidade merecem destaque, pois terão significativos reflexos na qualidade de vida e do meio ambiente, e mencionou a parceria com a prefeitura para os avanços que estão sendo obtidos.

A EBE Agostinho Sangoi foi projetada para transpor curso d’água existente com 2,2 m de desnível, numa extensão de 140 metros e vazão de 3 litros por segundo, bombeando o esgoto da região ao emissário localizado na esquina das ruas Pedro Laura e Guilherme João Fabrin. O prazo para execução dos trabalhos é de 120 dias.

Também assinou a ordem de início dos trabalhos o engenheiro Rafael Limberger, coordenador de Manutenção da Unidade de Saneamento Especial de Santa Maria. Secretários municipais, professores universitários, além do presidente da APUSM, Luiz Fernando Sangoi, acompanharam o ato.

Texto: João Paulo Flores/Imprensa Corsan

Edição: Vanessa Trindade

Sema - Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura