Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Comitiva gaúcha em Israel tem agendas com foco em pesquisa agropecuária, irrigação e inovação

Publicação:

Atualmente 80% do método de irrigação do país é através de gojetamento e 85% da água utilizada é de reuso.
Atualmente 80% do método de irrigação do país é através de gojetamento e 85% da água utilizada é de reuso. - Foto: Vanessa Trindade / Ascom Sema-Fepam

O primeiro dia de missão dos representantes do Rio Grande do Sul em Israel, neste domingo (6/11),  contou com visitas técnicas para conhecer novas tecnologias que buscam a sustentabilidade ambiental produtiva, além de pesquisas em culturas agrícolas e irrigação.

Na Volcani Center, empresa pública de pesquisa agropecuária com sede em Rishon Letsiyon, a cerca de 15 km de TelAviv, o grupo foi recebido por Shmuel  Assouline, diretor de cooperação internacional, e Olga Tarnopolski, pesquisadora em aplicação e transferência de tecnologia.

Os dois falaram sobre as pesquisas  desenvolvidas na unidade pensando em soluções sustentáveis, uso consciente e aproveitamento da água - como dessalinização, aperfeiçoamento genético e alternativas para a irrigação. Segundo Tarnopolski, atualmente 80% do método de irrigação utilizado no país é através de gojetamento e 85% da água utilizada é de reuso. Os pesquisadores também reforçaram a importância da conexão entre a pesquisa e a extensão rural.

"Nós podemos ressaltar a extrema importância e a valorização da extensão rural aqui no país, que nada mais é que a nossa Emater, Senar e Irga. Essa é uma das formas da pesquisa chegar até a ponta e o produtor fazer a adaptação dentro da sua realidade", ressaltou o secretário da Agricultura, Domingos Velho Lopes.

Em seguida, houve uma visita à Naan Dan Jain Irrigation, empresa global criada em 1937 que vende soluções em irrigação.

Visita à Naan Dan Jain Irrigation, empresa global criada em 1937 que vende soluções em irrigação.
Visita à Naan Dan Jain Irrigation, empresa global criada em 1937 que vende soluções em irrigação. - Foto: Vanessa Trindade / Ascom Sema-Fepam

Amnon Ofen, diretor da Naan, apresentou à comitiva os métodos de irrigação desenvolvidos pela empresa, que está presente em diferentes países, entre eles o Brasil e a Argentina. Atualmente as técnicas na área são irrigação por gravidade, irrigação por aspersão e irrigação por gotejamento - que representa 95% de eficiência.

Após a palestra, aconteceu uma visita técnica a uma plantação de citrus que utiliza gotejamento automatizado com água proveniente do sistema de tratamento de esgoto, subterrânea e do Sistema Nacional de Distribuição.

Visita técnica a uma plantação de citrus que utiliza gotejamento automatizado.
Visita técnica a uma plantação de citrus que utiliza gotejamento automatizado.

A última agenda oficial do dia foi uma visita ao Centro Peres para Paz e Inovação que desenvolve, entre outras iniciativas, ações focadas na infraestrutura do país, na solução de conflitos, educação, proteção ambiental, segurança alimentar e inovação.

"Com certeza tivemos grandes aprendizados e temos como fazer adaptações à nossa realidade e, principalmente, avaliar os pontos que estamos bem avançados e o que precisamos avançar", complementou Domingos.

Última agenda oficial do dia foi uma visita ao Centro Peres para Paz e Inovação.
Última agenda oficial do dia foi uma visita ao Centro Peres para Paz e Inovação.

A comitiva do governo é formada por representantes das Secretarias do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema); da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr); de Desenvolvimento Econômico (Sedec), da Casa Civil e da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam). Integram o grupo membros da Federação Israelita do Rio Grande do Sul e do Ministério Público Estadual.

Também estão presentes integrantes do corpo técnico dos Departamentos de Recursos Hídricos e Saneamento da Sema e Agrossilvipastoril da Fepam.

"Visitamos importantes núcleos de produção de conhecimento. Os técnicos puderam fazer a correlação com o que temos no nosso estado e buscar a inovação, que foi um dos propósitos dessa missão. Temos o tema da agricultura latente, mas a questão da água, que é gerida pela secretaria e regulentada pela Fepam, foi um dos focos do dia de hoje e tenho certeza de que todos conseguiram ter experiências muito positivas nesse sentido", comemorou a secretaria da Sema, Marjorie Kauffmann.

Israel possui dois tipos de comunidades agrícolas, o kibutz e o moshav, sendo formas de coletividade semelhantes a cooperativas. Localizado na região com maior escassez de água no mundo, o país lidera o desenvolvimento de tecnologias inovadoras para o setor. Atualmente estão  em teste produtos para manter a liderança em tecnologia e enfrentar as mudanças climáticas, como a captura de água por ar através de condenação.

Brasil e Israel mantém relações diplomáticas desde 1949. Em 2007, foi firmado um Acordo de Livre Comércio Mercosul-Israel, passando a vigorar no Brasil a partir de 2010.

As agendas no país seguem até o dia 9 de novembro. Nesta segunda-feira (7/11) estão previstas agendas no Instituto de Exportação e Cooperação Intenracional de Israel e no Water Autority, responsável pela conservação e reabilitação dos mananciais.

RS na Cop27

Após as agendas em Israel a delegação gaucha seguirá viagem para o Egito onde participará da 27ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP27).  A secretária Marjorie representará o governador Ranolfo Vieira Júnior no evento.

Entre os dias 10 e 15 de novembro, o Estado estará presente em painéis no estande do Ministério do Meio Ambiente e de reuniões técnicas com agentes nacionais e internacionais que terão como tema central as ações coletivas para mitigar os impactos das mudanças do clima.

•  Clique aqui para conferir o site Proclima2050.RS.gov.br
 Confira os compromissos assumidos pelo RS 

Atendimento à imprensa

Veículos de imprensa que tenham interesse em receber mais informações e agendar entrevistas sobre a participação do Estado na missão internacional podem entrar em contato com a Assessoria de Comunicação da Sema pelo telefone (51) 99949-9550.

Texto: Vanessa Trindade/Ascom Sema Fepam

Sema - Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura