Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Programa de Regularização de Poços

WhatsApp Image 2022 06 27 at 15 45 27
WhatsApp Image 2022 06 27 at 15 45 27 - Foto: Poço legal

PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO DE POÇOS - POÇO LEGAL

O Programa de Regularização de Poços tem por objetivo apoiar e incentivar os usuários de poços que estão irregulares a procederem ao pedido de outorga junto ao DRHS. Estima-se que no Rio Grande do Sul existam mais de 400.000 domicílios abastecidos por poços irregulares (Censo IBGE, 2010), ou seja, vazões que estão sendo explotadas dos aquíferos sem a ciência do órgão gestor. As consequências disso estão para além o uso irregular do recurso hídrico e infração ambiental. É acima de tudo, um risco à integridade qualitativa e quantitativa do aquífero, que muitas vezes alimenta os cursos d’água superficiais. A contaminação de aquíferos é um problema complexo e oneroso de sanar, podendo ocasionar danos à saúde pública.

Desta forma, para um melhor gerenciamento e controle deste recurso hídrico, é fundamental que sejam conhecidas as vazões dele extraídas e quanto tem de recarga neste aquífero. Portanto, a regularização de poços é peça necessária para a gestão das águas subterrâneas e preservação do meio ambiente.

O programa se direciona por duas vias. Uma se dá pelo incentivo técnico e financeiro para alguns usuários como o cidadão que possui cadastro no CAD ÚNICO Federal, as comunidades indígenas e quilombolas e as prefeituras com até 5.000 habitantes. A outra é pela conscientização dos demais usuários que não possuem os critérios para o benefício, mas que incorrem na infração ambiental sujeita a multa e precisam regularizar o poço.

LEGISLAÇÃO

Você sabia que usar poço sem autorização/outorga é infração ambiental prevista no artigo 113 do Decreto Estadual 55.374/2020, cujo valor da multa é de R$ 10.579,05?

Não fique sem regularizar seu poço!

Regularizar o poço é cuidar da saúde!

Faça parte deste time!

Quem tem direito?

Prefeituras com até 5.000 habitantes,

Pessoas físicas cadastradas no CAD ÚNICO do governo federal e

Comunidades tradicionais

Qual o procedimento?

1 – Os aptos a serem beneficiários do programa que possuem poços sob a sua responsabilidade sem outorga, deverão realizar o cadastro do(s) poço(s) em questão no site do SIOUT (www.siout.rs.gov.br). Está disponibilizado no SIOUT RS um Guia Rápido para realização dos cadastros, para isso é necessário acessar o site e clicar em "Documentação Auxiliar",

2- Após a conclusão do cadastro, enviar o número para o email prp@sema.rs.gov.br solicitando o benefício. Este cadastro deverá ser finalizado e seu número enviado ao email até 31/07/2021.

3 - Após essa data o Estado fará uma seleção de alguns poços que serão contemplados, de acordo com a disponibilidade financeira, com os serviços de regularização, incluindo, além do parecer técnico, todas as obras necessárias para enquadrar os poços às normas da ABNT. Cabe ressaltar que o Programa é um incentivo, não retirando a responsabilidade dos beneficiários de regularizar os poços sob sua tutela e que não forem contemplados pelo Programa.

  1. Cadastrar o poço   ou   poços   que   estão   sob   a sua   responsabilidade  no   SIOUT   RS (www.siout.rs.gov.br).  Está disponibilizado no SIOUT RS um Guia Rápido para realização dos cadastros, para isso é necessário acessar o site e clicar em "Documentação Auxiliar", um Guia Rápido para realização dos cadastros, para isso é necessário acessar o site e clicar em "Documentação Auxiliar";

  2. Após o cadastro, o usuário deverá dar início à solicitação de outorga/dispensa de outorga ou tamponamento. Para isso deverá contratar um profissional (Geólogo ou Engenheiro de Minas) para   instruir o   processo   a   partir   do   cadastro,   com   os   dados   hidráulicos, quantitativos e qualitativos da água, no SIOUT RS.

  3. Sendo a solicitação de outorga/dispensa de outorga ou tamponamento aprovada pela equipe técnica do DRHS e gerada a respectiva portaria, o usuário fará jus ao Selo Poço Legal, emitido pela  SEMA.

Para verificar a lista de beneficiados do programa, acessar o link: Download

- Decreto Estadual nº 54.343, de 20 de novembro de 2018: Institui Programa Estadual de Regularização de Poços para Captação de Águas Subterrâneas.

- Decreto Estadual nº 55.277, de 26 de maio de 2020: Altera o Decreto Estadual nº 54.343, de 20 de novembro de 2018, que institui Programa Estadual de Regularização de Poços para Captação de Águas Subterrâneas.

- Instrução Normativa SEMA nº 05, de 23 de novembro de 2020: Estabelece as Diretrizes do Programa Estadual de Regularização de Poços para Captação de Água Subterrânea.

- Instrução Normativa SEMA nº 05, de 04 de junho de 2021: Altera a Instrução Normativa SEMA nº 05, de 23 de novembro de 2020, que estabelece as Diretrizes do Programa Estadual de Regularização de Poços para Captação de Água Subterrânea.

Sema - Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura